Automação de e-mail marketing é possível?

Mandar e-mails pode ser às vezes uma tarefa cansativa, especialmente se você tem uma empresa. São muitos contatos e muitos e-mails para mandar. Normalmente você analisa seus contatos para saber se o conteúdo da sua mensagem é válida para aquele público. Fazer manualmente isso, além de gastar muito tempo, pode ser entediante. Como podemos fazer isso de maneira mais prática?

E-mail marketing para empresas

O e-mail marketing para as empresas é extremamente importante. É o canal que apresenta o melhor ROI e o melhor de ser mensurado. Com as ferramentas certas, você pode descobrir quantas pessoas leram, clicaram, descadastraram ou rejeitaram sua mensagem. É ótimo para você ter a noção do que você pode fazer para melhorar. Comparar um e-mail marketing com outro pode revelar o que tem de errado na sua abordagem, tanto para falar com outra empresa quanto com um cliente.

Já mostramos aqui tudo que há de bom e de melhor no nosso post ‘E-Mail Marketing: o que é e como pode me ajudar a vender mais?‘, mostrando várias dicas para usar o potencial máximo desse canal. Mas tem algo que não falamos. Uma mágica que promete facilitar muito a vida dos empresários, deixando o envio desses e-mails muito, muito, muito mais rápido.

A mágica para o e-mail marketing

Automação. A própria palavra nos da uma pista das vantagens que esse recurso pode oferecer:

”sistema em que os processos operacionais em fábricas, estabelecimentos comerciais, hospitais, telecomunicações etc. são controlados e executados por meio de dispositivos mecânicos ou eletrônicos, substituindo o trabalho humano”

Quem fez essa definição foi o nosso querido Google, e não poderia estar mais correta. Inclusive você deve estar se perguntando sobre a parte ‘substituindo o trabalho humano’. A automação de e-mail marketing não substitui por completo o trabalho humano, porém ajuda consideravelmente neste trabalho manual nos disparos.

Muitas empresas oferecem essa automação de e-mail marketing, com a vantagem do disparo automático para todos os seus contatos. Mas há quem vá além. A automatização de e-mail marketing pode facilitar os disparos quando você postar, por exemplo, 3 conteúdos no seu blog. Automaticamente ele vai identificar esses posts e enviar um e-mail com esses conteúdos para seus contatos. Você pode programar esses envios variando de quanto em quanto tempo será feito o disparo (a cada x dias ou x meses), qual tipo de conteúdo (você pode escolher a categoria dentro do blog) e quantos conteúdos (enviar e-mails quando tiver 5 conteúdos postados, por exemplo).

Além disso, há a possibilidade de montar facilmente seu e-mail marketing com layouts prontos apenas arrastando para seu e-mail marketing e configurando da maneira que desejar. É a automação facilitando o trabalho manual de montar um template do zero e ainda disparar de forma facilitada. Esquematizar um layout e programá-lo para disparar no tempo desejado poupa o esforço dos funcionários, que pode ser usado para outras atividades.

Mercado Binário possui um robô de automação que faz essas atividades! Entre em contato conosco e saiba tudo dessa ferramente que facilita a sua vida! Veja também nossos clientes e cases. Acompanhe e compartilhe o nosso blog para saber tudo sobre Marketing Digital. Confira também nossos projetos de criação de site, todos compatíveis com os dispositivos móveis!

Confira também nosso Instagram e o nosso canal no YouTube.

 

O post Automação de e-mail marketing é possível? apareceu primeiro em Mercado Binário – Agência de marketing Digital.

Operações de Marketing: onde tecnologia e estratégia se encontram

O mercado atual é um lugar animador para os profissionais de marketing. Departamentos de marketing têm mais para usar do que nunca quando se trata de dados, métricas e informações funcionais sobre clientes existentes, prospects e muito mais.

As empresas têm mais oportunidades de aperfeiçoar e desenvolver suas estratégias com precisão, tornando a previsão de dados mais fácil.

ROI é o que cada movimento de marketing é projetado para alcançar. Você quer ter mais do que você investiu, e com tantos dados para analisar e usar para identificar pontos fortes e fracos, suas estratégias podem ser mais precisas e realizáveis ​​do que nunca.

O marketing entrou em um grande período de mudanças positivas, e é através do desenvolvimento de novas tecnologias e processos que isso têm sido possível.

O Futuro do Marketing: Impulsionado pelos Dados

Marketing sempre se baseou em dados de clientes e insights. Mas, à medida que mais dados se tornaram disponíveis, os processos e métodos para usar e analisar esses dados tornaram-se mais sofisticados.

A indústria sofreu um grande impacto ao ter tantos dados e não entender o que eles significam ou como isso pode ajudá-los, para ser capaz de acompanhar tudo em tempo real e recolher informações valiosas e insights.

Na verdade, 87% dos comerciantes acreditam que o martech – união do marketing e tecnologia –  já está melhorando o desempenho de marketing em suas empresas (Ascend, 2015), e 50-65% dos executivos de marketing entrevistados pelo Conductor planejam gastar mais em tecnologias para marketing.

Todas as evidências apontam para que os dados sejam a chave para o futuro dos esforços em marketing e como o desenvolvimento de operações de marketing como um sistema, tecnologia, dados e estratégia podem ser combinados efetivamente para acelerar o ROI.

O que queremos dizer com Operações de Marketing?

Operações de marketing são uma função-chave dentro do seu departamento de marketing. Ele alinha e combina processo, análise e dados usando a tecnologia mais recente.

Operações de marketing eficazes permitem que você aproveite ao máximo as tecnologias escolhidas para o seu departamento de marketing, bem como agilizar os processos e obter o máximo de sua estratégia.

Aproveitamento de Big Data

Até 2020, aproximadamente 1,7 megabytes de informação serão criados a cada segundo para cada ser humano no planeta.

Este é um volume inimaginável de dados tornou-se essencial para o sucesso de quase todas as campanhas de marketing altamente eficazes.

As principais marcas abraçam cada pedacinho de dados que podem capturar sobre o seu público e utilizam-o para moldar melhores e mais eficazes experiências para os clientes.

Os dados permitem acompanhar quase todos os elementos de suas campanhas de marketing. Tanto os dados em tempo real como os históricos podem ser aproveitados para futuras campanhas e fazer ajustes em tempo real para melhorar o impacto de cada campanha e reduzir o desperdício.

Os departamentos de marketing historicamente tiveram dificuldade em provar o valor de algumas de suas técnicas mais experimentais e “modernas” para os escalões superiores de suas empresas. Com o grande volume de dados disponíveis agora, tudo pode ser rastreado, analisado e comprovado.

Usando a tecnologia de marketing para entregar seus objetivos

Marketing hoje é alimentado pela tecnologia.

Mesmo se você não reconhece o seu negócio como tecnológico você pode ter certeza de que tem uma pilha de tecnologia de marketing em ação. Seja o mais básico e mais conhecido de suas aplicações como o Google Analytics, Hootsuite ou Mailchimp, seja um software mais especializado para o seu nicho.

Martech beneficia o seu negócio de muitas maneiras. Ele ajuda a garantir que seus dados sejam totalmente gerenciados, acessíveis e facilmente analisados, além de também ser eficaz para economizar tempo e custos.

Automação de marketing é usado por milhares de empresas todos os dias com resultados comprovados. Como um estudo descobriu, as empresas que utilizam a automação de marketing para estimular as perspectivas viram um aumento de 451% em leads qualificados.

Leia também: Automação de e-mail marketing é possível?

Criatividade conhece o Analytics

O marketing é criativo. E deve ser para capturar o interesse e engajar os sentidos do público-alvo. Mas é muito mais do que deixar os profissionais de marketing serem criativos e imaginativos.

Profissionais de marketing muitas vezes se orgulham de seu lado criativo, mas a necessidade de abraçar o tecnológico e aceitar a abordagem científica e analítica necessária para o sucesso no marketing moderno deve ser considerada.

Os volumes de dados e as tecnologias de alta qualidade combinam-se através de operações de marketing para permitir o uso sofisticado desses dados de novas maneiras, aprimorando ainda mais as experiências dos clientes e proporcionando melhores resultados.

A análise da campanha elimina ambiguidades, confusões e conjecturas, já que as estatísticas estão prontas e aguardando para serem analisadas e transformadas em previsões e relatórios.

Indo adiante com operações de marketing

Profissionais de marketing nunca podem se aquietar por muito tempo, porque a evolução do seu papel garante que há sempre mais uma inovação empurrando-os um pouco mais perto do cliente, para melhorar ainda mais a sua experiência.

A maioria das empresas tem suas pilhas de marketing crescendo, estando estão conscientes disso ou não, mas o que constitui uma pilha de operações de marketing? Como isso difere?

Ele reúne a tecnologia, processos, sistemas de CRM e muito mais para um departamento totalmente racionalizado e eficaz.

As operações de marketing permitem que os talentos estejam focados em novas formas inovadoras de campanha e desenvolvimento de negócios.

Sistemas automatizados e racionalizados permitem que os cérebros por trás de seu negócio sejam verdadeiramente colocados em ação, exercendo sua criatividade, prontos para combiná-los com o quadro estratégico, baseado em análise.

Traduzido e adaptado de: Marketing Tech

Mercado Binário possui um robô de automação que faz essas atividades! Entre em contato conosco e saiba tudo dessa ferramente que facilita a sua vida! Veja também nossos clientes e cases. Acompanhe e compartilhe o nosso blog para saber tudo sobre Marketing Digital. Confira também nossos projetos de criação de site, todos compatíveis com os dispositivos móveis!

Confira também nosso Instagram e o nosso canal no YouTube.


O post Operações de Marketing: onde tecnologia e estratégia se encontram apareceu primeiro em Mercado Binário – Agência de marketing Digital.

Automação não vai destruir os empregos

Robôs: Ame-os ou odeie-os. Não há funcionários negando que, em certas indústrias, vão perder o emprego para eles.

Um estudo de 2013 descobriu que até 47 por cento dos trabalhadores americanos têm empregos que têm potencial para serem substituídos pela automação.

Mas será que esta estatística é bastante alarmante mesmo ou não estão nos a imagem completa? Mesmo com a automação, é difícil acreditar que não haverá uso para trabalhadores qualificados.

Avançando para maiores alturas

Automação não é um conceito tão novo como alguns pensam.

A tecnologia sempre avançou ao ponto de poder substituir as tarefas normalmente realizadas pelos seres humanos. É só procurar um pouquinho adiante e achar o caixa eletrônico e o check-in automático.

Mas a automatização das tarefas dos caixas de banco não fez as pessoas desaparecerem dessas indústrias. Na verdade, o número de trabalhadores nessas ocupações cresceu – assim como a indústria robótica, que criou mais de 5 milhões de novos empregos.

O marketing é outra indústria na qual a automação está criando eficiência e inovação.

Em média, 49% das empresas usam software de automação de marketing, e isso está impulsionando um aumento de 14,5% na produtividade de vendas e uma queda de 12,2% na sobrecarga do marketing.

E ao invés de destruir a indústria do marketing, a tendência criou novas funções executivas, como o técnico chefe de marketing, bem como as posições de nível inferior tais como especialista em automação, cientista de dados e curador de conteúdo.

Enquanto os trabalhos de tijolo e argamassa podem diminuir com a automação, as operações de back-end (incluindo atendimento ao cliente, TI, recursos humanos, logística, gerenciamento, etc.) estão rapidamente aumentando não apenas para criar mais empregos, mas também reorganizar posições atuais.

No serviço ao cliente, por exemplo, os bots de inteligência artificial podem ser programados para cumprimentar consumidores e responder a perguntas simples e comuns, liberando o tempo dos funcionários humanos para lidar com situações de atendimento ao cliente mais complexas ou sensíveis.

Viajando para novas rotas

Mesmo com máquinas assumindo, sempre haverá uma necessidade de trabalho humano e experiência para executar, solucionar problemas e corrigi-los.

A tecnologia não dispensa empregos – cria novos departamentos, empresas e até indústrias.

Os passaportes estão sendo automatizados de maneiras diferentes ao redor do mundo. Nos EUA usam um Programa de Controle Automatizado de Passaportes para ajudar os cidadãos que chegam a casa de férias, desviando longas e lentas linhas alfandegárias.

Três aeroportos principais em Nova York têm uma Assistente Virtual de Aeroporto (ou AVA, embora você possa igualmente chamá-la Avatar) que trabalha respondendo perguntas dos viajantes.

Essas tecnologias não estão matando a indústria de viagens – quase 1 milhão de pessoas foram contratadas na indústria de hospitalidade em outubro de 2016, e a indústria de viagens aéreas emprega mais de 470.000 pessoas.

Não matamos a nossa indústria com tecnologia; nós a aprimoramos.

Você já sabe por que a coleta de dados automatizada é uma bênção para os comerciantes. Porque você ainda tem esses dados disponíveis é uma maravilha da tecnologia moderna.

Então, ao invés de espalhar medos infundados sobre como as máquinas e automação estão destruindo empregos, precisamos nos concentrar nos empregos criados pelo avanço da tecnologia.

A única maneira que nós vamos permanecer competitivos neste mundo é aproveitando o poder das máquinas e da automação.

Traduzido e adaptado: Marketing Tech

Conheça a Mercado Binário, nossos clientes e cases. Acompanhe e compartilhe o nosso blog para saber tudo sobre Marketing Digital. Confira também nossos projetos de criação de site, todos compatíveis com os dispositivos móveis!

Toda semana um Vídeo novo no Canal MB. Acesse no Instagram

O post Automação não vai destruir os empregos apareceu primeiro em Mercado Binário – Agência de marketing Digital.

Será que estamos entrando na era de Intercâmbios Colaborativos?

Um novo relatório intitulado ‘De UX para CX: Repensando a experiência do usuário digital como um intercâmbio colaborativo’, da Iniciativa MIT sobre Economia Digital e da Capgemini Consulting, afirma que estamos entrando em uma nova era: a de “intercâmbios colaborativos” (CX – Collaborative Exchanges).

Com base em dois anos de pesquisa com organizações voltadas para o cliente e análise das formas como os clientes interagem com as marcas, o relatório afirma que o controle das experiências dos clientes é agora “de propriedade exclusiva das marcas e dos consumidores”.

Os intercâmbios colaborativos resulta de dois desenvolvimentos que resultaram da transformação digital:

Participação

Os clientes estão participando ativamente na cadeia de valor de uma organização de uma maneira nunca vista antes. 

As empresas estão encontrando sucesso e ajudando a impulsionar valor ao encontrar um equilíbrio entre a partilha de atividades internas e, ao mesmo tempo, a satisfação das necessidades específicas dos clientes.

Parece que os clientes de hoje não só querem se envolver com as marcas que eles gostam, eles também querem compartilhar sua própria experiência e realmente valor de ser perguntado a sua opinião.

Informação

O segundo desenvolvimento é a importância que as marcas estão colocando em coletar e alavancar dados do consumidor. Os consumidores estão felizes em fornecer dados para as marcas, desde que eles sintam que isso está levando diretamente a uma experiência mais personalizada ou melhor, em geral.

“A empolgação para o desenvolvimento de algoritmos que melhor entendem e preveem as preferências do cliente parecem sugerir que o futuro da experiência do consumidor está apenas nos louros dados da ciência. Na verdade, o envolvimento do cliente deve ser entendido através da experiência vivida pelo próprio consumidor e está sujeito às heurísticas (processos cognitivos empregues em decisões não racionais) destacadas pela ciência comportamental também “, explana a professora e pesquisadora da MIT Sloan School of Management, Renée Gosline.

“Em um desejo de acolher uma nova era da tecnologia digital e algoritmos prescientes, as empresas devem estar atentas ao elemento humano quando se trata de experiência do usuário e trabalhar de mãos dadas com os clientes para criar trocas colaborativas”.

Promovendo a colaboração

O relatório afirma que há uma série de diferentes opções de colaboração para as marcas perseguirem, baseados em onde estão localizados nessa intersecção da relação de participação/informação.

Reconhecendo qual dessas opções é mais adequada para sua marca, as empresas serão capazes de construir intercâmbios de colaboração bem sucedida.

Anfitrião

Os anfitriões coletam informações sobre o usuário ao abrir sua cadeia de valor para a participação compartilhada.

Companheiros 

Essas empresas trabalham ao lado dos clientes para que a participação compartilhada e a informação do usuário seja alavancada para atualizar a experiência do cliente.


Conselheiros

Os conselheiros usam as informações do usuário, mas mantêm um controle apertado sobre o tipo de participação que está disponível.

Diretores

Os diretores usam a participação e informação do cliente para fornecer serviços de forma controlada.

Para que os intercâmbios colaborativos sejam bem sucedidos, tanto a organização quanto o consumidor precisam estar dispostos a abrir mão de um certo grau de controle. O intercâmbio é um fluxo de duas vias, em que o resultado extraído é o valor para o negócio e uma experiência vivida melhorada para o cliente.

O relatório afirma que: “Obter o equilíbrio certo é fundamental para criar uma troca em que ambos ganham.”

Didier Bonnet, vice-presidente executivo da Capgemini Consulting, disse:

“Os profissionais de marketing são informados diariamente que o sucesso de suas ações está na análise, algoritmos e inteligência artificial. Naturalmente, isso é massivamente importante. Mas o que vemos claramente a partir desta pesquisa é que, nesta economia digital, o elemento humano continua a ser tão importante como sempre. Somente quando as marcas conseguirem um equilíbrio entre a análise de dados e a ciência comportamental serão capazes de gerar trocas vantajosas para seus clientes”.

Traduzido e adaptado de: Marketing Tech

Leia também: Costumer First: o que é e por que importa para seu negócio?

Conheça a Mercado Binário, nossos clientes e cases! Acompanhe e compartilhe o nosso blog para saber tudo sobre Marketing Digital. Confira também nossos projetos de criação de site, todos compatíveis com os dispositivos móveis!

Toda semana um Vídeo novo no Canal MB. Acesse no Instagram

O post Será que estamos entrando na era de Intercâmbios Colaborativos? apareceu primeiro em Mercado Binário – Agência de marketing Digital.

[Vídeo] Passo a passo: como atualizar listas de e-mail no seu site WordPress

Utilizar o e-mail marketing nas suas estratégias pode ser extremamente benéfico para a sua empresa, visto que é o canal que apresenta o melhor ROI (retorno sobre o investimento) no Marketing Digital.

Descubra como subir a sua lista de e-mail no WordPress, no nosso passo a passo!

Primeiramente, acesse o painel WordPress e verifique a opção “Newsletter“, no menu à sua esquerda e selecione a opção “Gerenciar Assinantes“.

[Vídeo]-Passo-a-passo-como-atualizar-listas-de-e-mail-no-seu-site-WordPress

Você acessará a tela onde poderá subir a sua lista CSV ou colar a sua planilha. Lembre-se de que os e-mails em uma planilha Excel devem estar em colunas diferentes, caso contrário, ele não identificará o e-mail. Na coluna “Colar”, observe que se você separar os itens por vírgula ou ponto e vírgula, eles ficarão em linhas diferentes, ou seja, você terá uma linha com o e-mail, outra com o nome do contato e assim por diante. Após subir a sua lista, clique na área externa e o sistema irá automaticamente para outra tela.

[Vídeo]-Passo-a-passo-como-atualizar-listas-de-e-mail-no-seu-site-WordPress

[Vídeo]-Passo-a-passo-como-atualizar-listas-de-e-mail-no-seu-site-WordPress

Agora você chegará na tela de finalização. Veja que o item “Lista” apareceu na mesma coluna do e-mail. Você pode configurar o item como primeiro nome, sobrenome, data de inscrição e várias outras opções. A seguir, pode escolher em qual lista quer que o seu e-mail entre. Caso não tenha aquela que deseje, pode adicionar uma nova lista. No botão laranja, você importará o e-mail para a sua lista.

[Vídeo]-Passo-a-passo-como-atualizar-listas-de-e-mail-no-seu-site-WordPress

Abaixo há outras configurações para o seu e-mail. O mais importante deles é o item “Assinantes existentes“. Se o e-mail cadastrado já existir na lista, você tem a opção de pular, sobrescrever ou mesclar.

[Vídeo]-Passo-a-passo-como-atualizar-listas-de-e-mail-no-seu-site-WordPress

Agora é só importar sua lista e disparar newsletters para seus contatos! Viu só como é fácil importar a lista? Para mais informações, assista ao nosso vídeo:

Conheça a Mercado Binário, nossos clientes e cases com resultados reais e efetivos! Acompanhe e compartilhe o nosso blog para saber tudo sobre Marketing Digital. Confira nossos projetos de criação de site, todos compatíveis com os dispositivos móveis!

Toda semana um vídeo novo no Canal MB. Acesse também no Instagram.

 

O post [Vídeo] Passo a passo: como atualizar listas de e-mail no seu site WordPress apareceu primeiro em Mercado Binário – Agência de marketing Digital.


BAIXE AGORA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A FERRAMENTA QUE IRÁ FACILITAR SEU MARKETING



 

BAIXE AGORA MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A FERRAMENTA QUE IRÁ FACILITAR SEU MARKETING


 

BAIXE AGORA A FERRAMENTA QUE IRÁ FACILITAR SEU MARKETING


Falar com especialista via WhatsApp